Celso Custodio
Na vida tudo é difícil, mas difícil mesmo é ser perfeito.
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Textos

GALOPE DO AMOR

Galopando em trotes envoltos dos
Teus cabelos,
Suspiro arquejando o ar despeitar
O sono.
Semblante árduo, coração sereno.

Em galopado passos assustando
Os pássaros,
E alisando as tranças meus sonhos
Magoados,
Pés descalços, amor disfarçado.

A longa trilha é cansativa e
Dolorida,
Que minha sede por ti é mais
Sedenta,
Como uma batalha em vida
Numa luta sangrenta.

Que sacia meus desejos,
Que desejados já saciou
A própria infâmia;
Que dormita meus dias
Agonizado,
E sacia em meus braços
Na cama.




 
Celso Custódio
Enviado por Celso Custódio em 27/06/2018
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (www.recantodasletras.com.br/autores/celsocustodio). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras