Celso Custodio
Na vida tudo é difícil, mas difícil mesmo é ser perfeito.
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Textos

RUA
Ruas silenciosa e vazia,
Tu escondes entre a negridão
Da noite e te passeiam durante o
Dia.
O sereno cai com névoa seca,
Seria ou não sentia viver tão só.
Amanhece.
O sol desponta atrás do horizonte,
saciado de brilho sacode a sua luz,
E estampa a sua glória.
Rua, onde moro não tu cantas!
Onde vivo não ficas!
Se esta rua, se esta rua fosse um
Mar seria o primeiro a ti
Levar!
Se esta rua, se esta rua fosse um
Riso seria o primeiro a ti
Beijar!


Celso Custódio
Enviado por Celso Custódio em 19/06/2018
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (www.recantodasletras.com.br/autores/celsocustodio). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras