Celso Custodio
Na vida tudo é difícil, mas difícil mesmo é ser perfeito.
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Textos

PENSAMENTO

Penso, reflito, sinto você
Mais longe, muito longe,
Sempre longe.
Afastando a plenitude do
Teu ser, me sinto fraco,
Oprimido, calado, ressentido e
A vida não faz sentido.
Procurei encontrar-te nos meus
Sonhos, fazer parte dos meus
Planos, mas no momento passado,
Vivi senão me engano ao teu lado;
Doce plano e desfazer-se em meus
Sonhos.
Apareci no momento oportuno, soberano
Vagabundo a trilhar no seu caminho.
Veneno, dor, rosas de espinhos, e em
Teus olhos o brilho divino que me embriaguei
Por si.
Entreguei-me em teus braços, mas você
Não deu-me espaço e não ocupei o meu
Lugar.
Agora sinto-me culpado como Cristo crucificado,
Resplandecendo o teu jardim.
Beijei teus lábios murmurando palavras suaves e
Desfrutando do teu corpo, entrelaçamos.
E enquanto nós não se falávamos, iamos vivendo
As amarguras que sofremos, meu coração no peito
Sangrando e você do outro lado chorando.
Pediria que não fosse assim, fruto do mesmo capim,
Pedra do mesmo jardim, flor pisoteada sem cor,
Nascente vereda de amor e apagar por entre as nuvens
Nossos nomes escrito em letras de forma, e mesmo que
Forma em ABC o teu retrato mais falado, virá ser o rio
Dourado, a fonte do mal agrado, sem ter corpo para poder
Andar, sem ter espírito para pode falar, sem ter alguém que
Lhe possa am
ar.
Celso Custódio
Enviado por Celso Custódio em 15/06/2018
Alterado em 19/08/2019
Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras