Celso Custodio
Na vida tudo é difícil, mas difícil mesmo é ser perfeito.
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Textos

BARRABÁS
Crucificando o filho de Deus
Já combinava pra comer
Dos meus
Os alimentos que ne satisfaz
Barrabás! (bis)
Traira facilmente a nossa lei
O inocente foi... mas o que foi
Que ele fez?
Crucificado entre os ladrões
Barrabás! se na maldade do teu
Coração
Ferir com ferro um dos nossos irmãos
Vou te expulsar do paraíso
Barrabás!
Largue o dinheiro dê-me sua mão
Que vais comprar não tem aqui
Mais não
Vai te enforcar na ribanceira

Barrabás!
Cara de anjo
Filho de Judeus
O fel amargo que outro
Bebeu
Não livra a culpa, culpa como
Eu

Barrabás!
O povo grita pelo nome seu
Crucifica ele solta o judeus
Cumpria assim a profecia
Barrabás!
Eu quero um ato de vingança
E fé
Pra mim não vê chorar mais
Uma mulher nos pés daquele
Santo




Celso Custódio
Enviado por Celso Custódio em 05/06/2017
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (celso custodio www.recantodasletras.com.br/autores/celsocustodio). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras