Celso Custodio
Na vida tudo é difícil, mas difícil mesmo é ser perfeito.
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Textos

CAMINHOS
Teus caminhos são
Desiguais
E perturba a minha
Paz
Mas ainda penso em você
Se houver mais um rapaz
Sempre um daqueles tais
Que você chama de amor
Minha volta sempre dói o
Seu coração
E uma noite o que faria sem
Ter solução
Esperava o raiar do sol
Pra ver minha folia
Devastando a solidão
E depois de uma cachaça
Sobre os braços da mulata
Sangue espalha pelo chão
Chama a ambulância, cicatriza
Essa ferida, amanhã é segunda-feira
Não é mais dia de briga
Celso Custódio
Enviado por Celso Custódio em 27/04/2017
Alterado em 27/04/2017
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (celso custodio www.recantodasletras.br/autores/celsocustodio). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras