Celso Custodio
Na vida tudo é difícil, mas difícil mesmo é ser perfeito.
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Textos

CHEIRO DE BAIÃO
Um baião gostoso irmão
Um baião que mexe meu pé
Um baião com força e beleza
Que vem lá do sertão (bis)

No meu cavalo eu vou
Cantando o meu baião
Falando das coisas boas
Que ficaram no sertão

Canta menina! Canta irmão!
Um baião gostoso aprendido
No sertão
Não chora! Não grita!
Mas sola viola, meu bongo
E meu chocalho (bis)
Um baião, baião sertão
Sertão baião, um baião

O meu baião que chora
O canto da viola
Correr o mundo afora
No choro da viola

Menina de ciranda
De roda de criança
Baião , xaxado dança
Batendo o pé levanta
As duas tranças

Um baião, baião sertão
Sertão baião, um baião...
Celso Custódio
Enviado por Celso Custódio em 27/04/2017
Alterado em 05/06/2017
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (celso custodio www.recantodasletras.br/autores/celsocustodio). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras