Celso Custodio
Na vida tudo é difícil, mas difícil mesmo é ser perfeito.
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Textos

SEM VIDA
Você me assumiu
Com esses lindos olhos
Teus
Depois me disse adeus
Eu me senti febril
Com essa febre de amor
Naquele mês de Abril
É que atropelamos o tempo
E o tempo para nós é que
Sentia dó
Navegar é saber dizer
O que querer
Apontar o destino final
Mudar pra longe, os olhos
Do mal agouro
É que o vento vai parar
E essa brisa sentida, ferida,
Sem vida
Meu olhar no olhar, quer dizer
E se faço de tudo pra ser
Se o destino é sofrer
Não nasci pra viver
Celso Custódio
Enviado por Celso Custódio em 26/04/2017
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (celso custodio www.recantodasletras.br/autores/celsocustodio). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras