Celso Custodio
Na vida tudo é difícil, mas difícil mesmo é ser perfeito.
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Textos


LOUCURAS

Olha os olhos de cristais
Dos homens, dos animais
E adoram seus ancestrais
Que seduziram seus próprios
Pais
E devoram também no
Cio, toda raça, beleza e
Cor
Formosura de nobre
Senhor
Curumim
Despertai o sol
Mansinho na cabeça
Do Pajé
Entre a lua e a mulher
Há um jeito diferente
Há um sorriso nascente
Brotando nas faces
Ocultas
Um sorriso entre os dentes
Não impede uma disputa
Nas caladas noites escuras
Dominando as diabruras
Loucuras!
Feitiço de mulher amada
Loucuras!
Teus lábios que tem um sabor
Doçuras!
Dos homens que já saciou
Loucuras!
Celso Custódio
Enviado por Celso Custódio em 23/04/2017
Alterado em 22/08/2019
Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras