Celso Custodio
Na vida tudo é difícil, mas difícil mesmo é ser perfeito.
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Textos

CHEIRO DE TERRA
Quando o sol se pôs
Por traz da Serra
Lá nas colinas vinha
Um cheiro de terra e
Também de alfazema
Que doía até nossas
Narinas
Eis o seu jeito de menina
Navegar em frente ao mar
Embrenhar na maresia
Ter cuidado em velejar
O destino em águas frias
Há paixões que não têm
Sentimentos
Há amor que é só de
Momento
Aquele corpo que era só
Cobiça
As madrugadas que eram
Mal dormidas
E assim pedi a solidão
Mata em mim
O que não tem coração
Sufocar o resto da razão
Dominar a má situação
Do mundo
Celso Custódio
Enviado por Celso Custódio em 19/04/2017
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (celso custodio www.recantodasletras.br/autores/celsocustodio). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras