Celso Custodio
Na vida tudo é difícil, mas difícil mesmo é ser perfeito.
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Textos


MENINA DA BEIRA-MAR

Menina dos cabelos soltos
Tem o seu sorriso gostoso
Tem um jeito dengoso
No corpo
Que só faz devorar
Afinal pra que consciência
Se sua mente figura em sonhos
Seja a menina vadia
Esta menina seria algum dia
"Mina" do meu coração (bis)
Tatuagem sem marcas nos braços
Cordão de conchinhas pendurados
No pescoço
Menina da beira-mar me ensina
Essa ginga do mar
Menina suas miçangas, saia
De baiana quindim de Iaiá
Vi navegar pelo vento
Centelhando de luzes
Numa estrela veloz
Vi desmanchar de tristeza
Um canto de sereia escutou
Sua voz
Delirando, sumindo no vento
Catando e gemendo as miudezas
Do mar
Sufocada de angustia, tu choras,
Tu rolas e grita ninguém quer
Me amar
Celso Custódio
Enviado por Celso Custódio em 13/04/2017
Alterado em 22/08/2019
Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras