Celso Custodio
Na vida tudo é difícil, mas difícil mesmo é ser perfeito.
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Textos

PARTIDEIRO
Filha o patrão já me deu
Meu salário adiantado
Mana na entrada do beco levaram
A minha grana
Tia bate um fio invocado pra
Delegacia
E diga lá pro seu Doutor
Levaram meu barão e uma quina e meia
Rosa quando entra no samba não chega
Na hora
Rita quando entra no samba todo mundo
Grita
Ana se apronta mais cedo que vamos
Pro samba
Que o bom partideiro desceu a cidade
Vinha na rua brilhante de pedra e
Asfalto
Com seu terno branco e sapato dourado
Era o mestre-sala no salão
Inclina a cartola bonita pra rapaziada
Entre aplausos e gritos então ele
Chora
Que um bom partideiro não chega na
Hora
Oh Rosa !
Celso Custódio
Enviado por Celso Custódio em 13/04/2017
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (celso custodio www.recantodasletras.br/autores/celsocustodio). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras