Celso Custodio
Na vida tudo é difícil, mas difícil mesmo é ser perfeito.
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Textos

SAMBA DA RUTH
Teus cabelos lindos
Caídos nos ombros
Teus lábios sorrindo
Quando falo de amor
Você me olha como fosse
Me abraçar
Mas tem vergonha quando
Estou a te olhar
Eu te contemplo quando
Vejo a alegoria
O teu corpo a tua vida
Me dá vontade de te amar
Mas tem a sorte, quando
Chega nesse dia
Penso que és Maria
Para eu te abraçar
Mas nessa vida há uma certa
Despedida
Quando não houver saída
Vou lembra-me de você
É do seu rosto, seus amores
Seus desgostos,
Dos seus beijos como açoites
Vem meu corpo a si marcar
Celso Custódio
Enviado por Celso Custódio em 12/04/2017
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (celso custodio www.recantodasletras.br/autores/celsocustodio). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras