Celso Custodio
Na vida tudo é difícil, mas difícil mesmo é ser perfeito.
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Textos

VAI POESIA
Vai minha poesia
Morar lá dentro
Escondida no teu coração
Vai dizer a ela
Que eu gosto dela
E sou louco de paixão
Vou levar minha poesia
Esta minha melodia
Soa em forma de canção
Para ser poeta ter vida certa
Tem que ser triste senão vai
Ser
Um pedaço de madeira
Ou um boneco de cera
Esquecido no porão

Vai minha poesia
Faz moradia e espanta
Minha solidão
Vai ser bom pra ela
Seja sincera, teu amor,
Meu coração
Vai correndo atrás do tempo
Vem ouvir o meu lamento
Do meu triste violão
Para ser poeta ter vida certa
Tem que ser triste senão
Vai ser
Um pedaço de madeira
Ou um boneco de cera
Esquecido no porão
Celso Custódio
Enviado por Celso Custódio em 12/04/2017
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (celso custodio www.recantodasletras.br/autores/celsocustodio). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras