Celso Custodio
Na vida tudo é difícil, mas difícil mesmo é ser perfeito.
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Textos

A LÍNGUA
Quem fala mal de mim
Por que não fala de você?
A vida tem sempre dois
Lados, pra te oferecer
Um lado é do bem outro
É do mal
Quando a cabeça não pensa
O corpo padece etecetera e
Tal
A língua é fogo na palha
Que não pode apagar,
Tiro de metralha espalhado
No ar, atinge assim quem puder
Encontrar
É o destruidor de tantos casais,
Famílias, amigos e vizinhos leais
Fecha a porta de emprego  e não
Abre jamais
Quando chego do trabalho
Ela corre pra saber, acaso chegou
Atrasado e fez mais o quê?
Levou bronca do patrão e a comida
Azedou
Dormiu na condução do seu ponto
Passou
É assim que a fofoca, vai de boca
Em boca, aumentando a estória
Sem pedir nada em troca
Tem gente que é assim
Fecha o tempo ruim
Quando o fogo incendia
Joga o pano com areia
Celso Custódio
Enviado por Celso Custódio em 12/04/2017
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (celso custodio www.recantodasletras.br/autores/celsocustodio). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras