Celso Custodio
Na vida tudo é difícil, mas difícil mesmo é ser perfeito.
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Textos

OBJETO FATAL
A plataforma da vida é
Um sonho
E quem não sonhou com
Mil sonhos
E quem viveu nos meus
Planos
Desenganos
Se o segundo ato é a
Moda
É o que minha cabeça
Devora
O que for ruim joga fora
Mas deixe quem quiser viver
Mas deixe quem quiser sonhar
Não destrua aquilo que não quer
Ter
Mas escuta o que vou lhe dizer
É que a vida não é só feita
Só pra mim
Mas levo a vida mesmo assim
É que não sou objeto fatal
Pra quem ama o amor não
Faz mal
Se meu momento é agora
É que não chegou a tal hora
Se meu tempo consome em você
Zero hora
E a madrugada disputa um lugar pra
Gente na rua
Clarear cultuar o sol do dia
Celso Custódio
Enviado por Celso Custódio em 11/04/2017
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (celso custodio.recantodasletras.br/autores/celsocustodio). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras