Celso Custodio
Na vida tudo é difícil, mas difícil mesmo é ser perfeito.
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Textos

SENSAÇÃO DO PRAZER
Queria falar mas você
Não me ouviu
Deixou-me burlar numa
Noite de Abril
Por um falso amor que
Assim descobriu
No nosso calor arranquei
Teu sorriso, fui até ao
Umbigo sem perder a
Direção
Teus olhos brilhando nossos
Corpos dançando ao encontro
Das mãos
Foi quando tudo começou
Nossa magia do amor até
As estrelas no céu também
Se apaixonou
Deixei o meu lado vingança
Saí de lá pelas tantas, levei
A chave do portão, destranquei
Toda esperança , fugi da aparência
Do mal que se afugentou, molhou teu
Cabelos com as lágrimas do
Nosso amor
Assim o que sempre aconteceu
A essência do bem é que prevaleceu
Deixei madrugada surgir, até o teu
Sorriso abrir
Assim que rolamos no chão,
Rompemos numa só explosão
Sensação do prazer
Deixa de lutar até contra você
Basta esperar a sensação do
Prazer
Celso Custódio
Enviado por Celso Custódio em 11/04/2017
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (celso custodio www.recantodasletras.br/autores/celsocustodio). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras