Celso Custodio
Na vida tudo é difícil, mas difícil mesmo é ser perfeito.
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Textos

BATUQUE DE SAMBA
Fui numa casa de bamba
Pra escutar um pagode
Mas numa roda de samba
Era um batuque de rock
E todo mundo contente
Com a marcação da tantã
Era um pandeiro calado
Uma cuíca do lado e um
Cavaco sem som
Mas se cair na madruga
Quem mistura com porco
É que come farelo
Meu amor é sincero  (bis)
Mas se não entra na roda
Não samba e ainda corta
O barato da gente
É porque está doente (bis)
Se meu pagode é ciúme
Vai aumentar sofrimento
Pegue um cigarro e fume
Pra esquecer seu lamento
Se meu samba é pirraça
E vai haver confusão
Pegue uma nega e disfarça
Vai no peito e na raça
E vai sambar no salão
Celso Custódio
Enviado por Celso Custódio em 10/04/2017
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (celso custodio www.recantodasletras.br/autores/celsocustodio). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras