Celso Custodio
Na vida tudo é difícil, mas difícil mesmo é ser perfeito.
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Textos

CANTINHO DE AMOR
Vamos parar de comentar
Papo de mesa de bar
É cair em contradição
Traz males pro coração
Esse fogo que não acendeu
O pecado que não cometeu
Esse amor retraído que sim
Fez você gostar da flor
De outro jardim
Volta pro teu cantinho de
Amor
Volta que o teu sonho não
Acabou
Volta de madrugada com a porta
Escancarada
Te espero debaixo do teu cobertor
Acende a luz para espantar a
Tristeza
Teu corpo reluz perto daquela
Mesa
É no teu chamego que eu quero
Ficar, garota na ginga te ensino
Amar
Sabe contar no céu as estrelas?
Na onda do mar quantas
Correnteza ?
E no teu olhar se apaixonar
E quando alguém te chamar de
Princesa!
Celso Custódio
Enviado por Celso Custódio em 09/04/2017
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (celso custodio www.recantodasletras.br/autores/celsocustodio). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras