Celso Custodio
Na vida tudo é difícil, mas difícil mesmo é ser perfeito.
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Textos

AMOR DE PAPEL
Você me procurou pra
Saber o que rolou
Foi bom pra mim ou ruim
Pra você
Amor de papel nem sempre
É assim
Você não pode entender
Que o amor nasceu pra
Viver
Tem que deixar amadurecer como
Vinho curtido, pronto pra beber
Deixe tudo de lado, tudo está
Confortável pra você
Mexe a cabeça da gente
Mas não é tão inocente pra dizer:
"Esse papo" não me interessa.
Quem comanda a festa, é o seu
Pensamento
Vem também que estou na
Pista, põe-me na calçada
Prove o meu veneno
Ainda assim vou deixar meu
Lado rancor
Ao invés de agredir dou-lhe
Flor
Palavras suaves que o tempo
Não apagou
Celso Custódio
Enviado por Celso Custódio em 08/04/2017
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (celso custodio www.recantodasletras.br/autores/celsocustodio). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras