Celso Custodio
Na vida tudo é difícil, mas difícil mesmo é ser perfeito.
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Textos

LOUCA PAIXÃO
Já tive duas paixões
Já tive dois corações
Debrucei no meu violão
Todas as minhas mágoas
Esparramei pelo chão
Quem me vê, não me diz
Que sou feliz
Aprendendo aprendi, que uma mulher
Sempre quer e ainda pede bis
Ela fez do licor desamor
Do jardim, nossa casa triste
Flor
E da cama de pluma, travesseiro
De espuma, o espinho brotou
Já dormi sem os beijos teus
Lábios carnudos molhados aos meus
Desfrutei sem amor, embaixo do
Cobertor, fomos mais um freguês
E falava baixinho pra mim
Não me dou tanto tempo
Assim
É que arde em meu corpo esse
Fogo tão louco
Essa paixão sem fim (bis)
Celso Custódio
Enviado por Celso Custódio em 07/04/2017
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (celso custodio www.recantodasletras.br/autores/celsocustodio). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras