Celso Custodio
Na vida tudo é difícil, mas difícil mesmo é ser perfeito.
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Textos

INSTINTO RUIM
Não vou deixar você
Sambar
No meu terreiro
Não vou chorar,
Nem reclamar, pro mundo
Inteiro
Desliguei meu celular
Pra você não ligar
Espantei o mal olhado
Primeiro
Ainda me diz que vai
Sair pro samba
Sem perceber levou minha
Carteira de bamba
Um cordão de marfim
Deixou-me um bilhetinho escrito
Com letras vermelhas:
Sacana!
É sempre assim, não deu valor
E despertou
Meu instinto ruim
Mas esse amor, não me abalou
Meu coração é que fala por mim
Ouça a minha voz, há um mal
Entre nós
Favorecendo essa doce paixão
Não queria falar, nem poder
Te obrigar
Tira meu nome do teu celular (bis)
Celso Custódio
Enviado por Celso Custódio em 06/04/2017
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (celso custodio www.recantodasletras.br/autoria/celsocustodio). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras